OMS reforça a importância de lavar bem as mãos, de manter distanciamento social e diz, máscaras não são “solução milagrosa” contra a covid-19

A Organização Mundial de Saúde (OMS) voltou a destacar durante coletiva de imprensa online, nesta segunda-feira (06), a importância do distanciamento social, da higienização das mãos e do uso de máscaras pelas pessoas. Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus a prevenção contra a transmissão do novo coronavírus exige cuidados simples no dia a dia, como a forma correta de lavar as mãos, espirrar e tossir. 

Em relação ao uso de máscaras caseiras, Tedros descartou que as máscaras sejam “a solução milagrosa” para coibir a pandemia de Covid-19 e seu amplo uso na população só é justificado quando o acesso à água para lavar as mãos é limitado ou é difícil manter a distância física.

De acordo com o diretor-geral da OMS não há resposta binária, nem solução milagrosa. Máscaras por si só não podem parar a pandemia de covid-19. Segundo Adhanom Ghebreyesus, a diretriz da OMS é que a prioridade para o uso das máscaras médicas é para os profissionais de saúde, bem como para os doentes e seus cuidadores. Tedros reforçou ainda que o uso de máscaras especializadas pela população geral pode levar à falta desses insumos para profissionais da saúde. 

No caso dos países que têm máscaras suficientes, porém, pode haver o uso na população em geral, comentou, acrescentando que a OMS estava divulgando diretrizes atualizadas sobre o tema, para ajudar a embasar as decisões dos governos.

Adhanom defendeu, de qualquer modo, que os países façam testes sobre a eficiência desse usos e lembrou que a máscara não substitui a importância de outras medidas – como o distanciamento social e o reforço na higiene , sobretudo na lavagem das mãos.

Prevenção

Lavar as mãos constantemente é uma das principais formas de prevenção:

  • Lavar as mãos até a metade do pulso, esfregando também as partes internas das unhas
  • Usar álcool 70% para limpar as mãos antes de encostar em áreas como olhos, nariz e boca
  • Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo
  • Evitar aglomerações
  • Usar máscaras ao sair de casa
  • Evitar tocar nariz, olhos e boca antes de limpar as mãos
  • Manter a distância de um metro de pessoas espirrando ou tossindo
  • Limpar com álcool objetos tocados frequentemente
  • Evitar cumprimentar com beijos no rosto, apertando as mãos ou abraçando
  • Evitar sair de casa, caso apresente algum sintoma da gripe
  • Utilizar lenço descartável quando estiver com nariz escorrendo
  • Se informar sobre os métodos de prevenção e passar informações corretas

Onde buscar tratamento em Manaus:

A população conta agora com o ipok, uma plataforma inovadora de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica, incluindo telemedicina, de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com infectologistas e otorrinolaringologista em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou em alguma unidade de saúde pública mais próxima da sua região.

FONTE: OMS, Correio do Povo

Coronavírus: Saiba os cuidados necessários durante ida ao mercado em meio à pandemia da doença

Luis Fernando Waib, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), recomenda não levar a mão ao rosto durante as compras no supermercado e diz que, ao pedir delivery de comida, a pessoa também deve ter cuidado com embalagens e sacolas plásticas. 

As medidas de isolamento social recomendadas pelas autoridades de Saúde são para evitar o aumento no número de casos de Covid-19 e, não sobrecarregar os hospitais de todo o país. No entanto, as pessoas precisam sair de casa, vez ou outra, para abastecer o que falta na despensa como, comida, bebida e itens de limpeza.

Mas, segundo o infectologista da Sociedade Brasileira de Infectologia, Luis Fernando Waib, alguns cuidados devem ser tomados para evitar que a pessoa não se contamine e não leve o vírus para o ambiente doméstico.  

Além do óbvio, como já ter uma lista dos itens necessários para não passar horas no mercado lembrando do que está em falta e não estocar alimentos em casa, lembrar que é muito importante não levar a mão ao rosto em hipótese alguma. Durante as compras, a pessoa toca nos itens, nas prateleiras e mesmo no carrinho do supermercado.

Outro ponto importante é manter uma distância dos demais consumidores que estão nos corredores dos supermercados. O ideal, segundo o infectologista é ir ao mercado em horários menos movimentados, desta forma, o risco de contaminação pela tosse das pessoas, mas não pelo toque, diminui. 

Em relação aos deliverys de comida ou de  compras via aplicativo, o cuidado deve ser o mesmo. O médico infectologista recomenda tirar o alimento da embalagem ou da sacola plástica, guardar em outro recipiente higienizado e jogar fora aquela embalagem usada e lavar as mãos antes de comer. 

Contudo, o que fazer para não ser contaminado? A seguir algumas dicas essenciais dadas pelo médico:

1. Quais cuidados eu devo ter ao ir ao supermercado?

Enquanto estiver no supermercado, lembre-se de que todas as superfícies foram tocadas por inúmeras pessoas antes de você. Será impossível evitar o toque, então a recomendação é que durante as compras não toque o rosto em hipótese alguma. Após acomodar as compras no porta-malas ou no carrinho de feira, higienize as mãos (álcool-gel ou lavá-las com água e sabão).

2. Idosos e pessoas do grupo de risco devem evitar ir ao supermercado?

Eventualmente, os idosos podem se ver em um corredor do mercado próximos a alguém que está tossindo. Ou se esquecer de que as superfícies foram tocadas por outras pessoas antes e acabar tocando o rosto. Se houver contaminação, o risco para o idoso é aumentado.

3. Posso ir ao supermercado mesmo se eu tiver febre e outros sintomas da Covid-19?

Se você tiver febre ou sintomas gripais, você deve evitar de sair de casa. É melhor procurar serviços de entrega em casa. Caso seja impossível, coloque uma máscara e em seguida higienize as mãos após sair de casa. Não toque o rosto e fique o menor tempo possível fora de casa.

4. O carrinho do supermercado pode ser uma superfície contaminada?

Sim, todas as superfícies, especialmente aquelas tocadas frequentemente por várias pessoas, como por exemplo a barra onde seguramos para empurrar o carrinho.

5. Escolher frutas pode ser a etapa mais perigosa dentro do supermercado (por encostar em vários itens)?

Tocar frutas e todas as superfícies que foram tocadas por outras pessoas e inadvertidamente tocar o próprio rosto [é o problema]. Se após as compras o indivíduo realizar correta higiene de mãos, então o risco de contaminação está eliminado.

6. Escolher um horário menos frequentado, ou mais vazio, pode ser uma forma de evitar o risco de ser contaminado?

Ao escolher um horário menos movimentado, você diminui o risco de contaminação pela tosse das pessoas, mas não pelo toque. O coronavírus permanece viável e infectante nas superfícies por várias horas.

7. Qual distância eu devo manter do outro cliente na fila de pagamento?

A distância recomendada na fila, ou em qualquer outro cenário, é de 1,5 metro.

8. Quais itens não podem faltar na lista do supermercado de quem quer se manter saudável na quarentena?

A embalagem portátil de álcool gel é o item mais importante, porque há muita dificuldade de encontrar local apropriado para higiene das mãos nos estabelecimentos comerciais. De resto, uma alimentação saudável, banhos de sol moderados e, na medida do possível, não interromper atividades físicas regulares.

9. Se eu for pagar em dinheiro, eu devo lavar a minha mão após receber o troco?

Você deve higienizar as mãos após mexer com dinheiro, mesmo que não haja troco.

10. Quais devem ser os cuidados ao receber a comida encomendada pelo aplicativo?

Você deve remover as embalagens do saco de papel, passar os alimentos para uma louça higienizada, descartar as embalagens e lavar as mãos antes de começar a comer.

11. O coronavírus pode estar na caixa de papelão da pizza?

Sim, ele também pode estar na caixa da pizza.

12. O coronavírus pode estar na sacola plástica? Eu devo jogar álcool na sacola plástica? Ou apenas lavar as mãos antes e depois de encostar na sacola?

Sim, ele pode estar na sacola plástica. É preciso remover o alimento da sacola, das embalagens para a louça, descartar as embalagens e higienizar as mãos antes de comer.

13. O coronavírus pode estar na comida?

Eventualmente pode haver coronavírus na comida, caso o cozinheiro esteja doente. Entretanto, não há registro de infecção por coronavírus pela via alimentar até o momento, então eu não me preocuparia com isso.

Onde buscar tratamento em Manaus:

A população conta agora com o ipok, uma plataforma inovadora de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica incluindo telemedicina em Manaus de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com infectologistas e otorrino em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou em alguma unidade de saúde pública mais próxima da sua região.

FONTE: Sociedade Brasileira de Infectologia, portal G1 (vida em casa).

O que é a Angina?

Saiba tudo sobre o incômodo e suas principais causas

A angina pectoris caracteriza-se através de uma dor no peito, sensação de pressão, aperto e queimação torácica causada pela falta de oxigênio e nutrientes no coração. Esse problema acontece devido o estreitamento das artérias que levam sangue ao órgão. Se não houver nenhum controle médico, a evolução da angina pode levar a um ataque cardíaco.

Há uma diferença entre a angina estável e angina instável, na estável os sintomas são perceptíveis e têm a duração de 3 a 15 minutos, já na instável, os sintomas podem ser sentidos a qualquer momento seguido de um provável ataque cardíaco. Existe também a angina variante, seus sintomas são sentidos pela noite ou nas primeiras horas do dia quando a pessoa ainda está em repouso. 

Principais causas da angina

A aterosclerose, doença causada pela formação de gorduras nas artérias é a principal causa de angina, diminuindo o fluxo sanguíneo e reduzindo o oxigênio no órgão. Outros problemas podem ocasionar a angina, é o caso da anemia profunda ou quando o coração está hipertrofiado mesmo que não haja obstrução das artérias coronárias.

Sintomas

A angina é manifestada através da doença arterial coronária, mas, a falta de ar, 

desmaios, dores no peito e arritmias são sinais do problema. O desconforto pode aparecer por partes do corpo como a região dos braços, costas e ombros, e na maioria das vezes em pessoas do sexo feminino.

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para o incômodo, são:

  • Obesidade;
  • Tabagismo;
  • Sedentarismo;
  • Hipertensão arterial;
  • Diabetes e colesterol elevados;
  • Fatores hereditários;

Diagnóstico e tratamento

No caso de angina o aconselhável é procurar um cardiologista em Manaus, o qual passará exames como:

  • Eletrocardiograma;
  • Teste de esforço;
  • Ecocardiograma;
  • Angiografia coronária;
  • Monitoração contínua de ECG;
  • Tomografia computadorizada;
  • Ressonância magnética;

O tratamento baseia-se em medicações específicas para cada caso, procedimentos cirúrgicos, como as pontes de safena ou uso de cateter.

Fique ligado! Para evitar esse problema e as demais doenças cardíacas algumas mudanças devem ser feitas na rotina, como a realização de atividades físicas, uma alimentação rica em proteínas, fibras, frutas e legumes e ter o controle dos fatores de risco.

Para ficar por dentro desse e de vários outros assuntos relacionados a saúde, acesse: https://ipok.app/Blog

Você sabe o que é o ecocardiograma?

O ecocardiograma é fundamental para avaliar o funcionamento do coração

Muitas pessoas buscam na internet assuntos relacionados à cardiologia em Manaus, a procura de especialistas para realização de exames médicos é extensa, sendo que um dos itens mais procurados nesta busca é o ecocardiograma em Manaus. 

Todos sabem que com o passar dos anos a atenção e cuidados com o coração precisam ser redobrados, por isso são necessárias avaliações periódicas com um cardiologista. 

Entre os exames passados por esse especialista, o ecocardiograma é um procedimento médico fundamental para o monitoramento do coração, e existem diversos profissionais que realizam em Manaus exame de ecocardiograma. 

É através do ecocardiograma que o especialista capta as ondas sonoras do órgão, transformando-as em imagens, por meio desse procedimento, o médico analisa as características do coração e garante o envelhecimento saudável do paciente.

Existe diversos tipos de ecocardiograma, entre eles estão:

  • Ecocardiograma transtorácico: é o mais comum e menos invasivo, a sua utilização é externa e sua captação é feita através de movimentos ao lado esquerdo do peito para checagem das ondas e atividade do coração;
  • Ecocardiograma sob estresse: esse método é realizado após o paciente passar por um momento de estresse, seja ele através de exercícios ou aplicação de injeção para a aceleração dos batimentos cardíacos. Após isso, o paciente é submetido e avaliado por um aparelho de ultrassom a qual verifica se o sangue chega corretamente até o órgão.
  • Ecocardiograma transesofágico: é realizado através da aplicação de um anestésico na garganta para a facilitação da entrada do tubo que capta as sondas por dentro do esôfago. Esse tipo é realizado somente quando os resultados do exame transtorácico não ficam claros para o especialista.
  • Ecocardiograma com doppler: nesse tipo de ecocardiograma o computador é capaz de medir a velocidade que o sangue vai para as artérias. É recomendado para avaliar o fluxo sanguíneo e funcionamento das válvulas do coração, bem como diagnosticar os problemas de sopro no coração e derrames.

Em que momento o exame é solicitado?

Por ser muito utilizado para o monitoramento das atividades do coração, o ecocardiograma é essencial para diagnosticar as doenças cardíacas, tais como coágulos, problemas na aorta, tumores intracardíacos e importante para a realização de cirurgias. O ecocardiograma é indolor e leva de 20 a 30 minutos para ser realizado.

Para as pessoas portadoras de cardiopatias, o exame é indispensável. O exame também pode ser feito em crianças e gestantes em situações como hipertensão, diabetes ou até quando o bebê tem redução dos batimentos cardíacos por não fazer uso de radiação para o procedimento. 

São raras as contraindicações para realização do ecocardiograma, no entanto, o transesofágico pode ser contraindicado para quem tem doenças graves como câncer do esôfago por exemplo. Na dúvida, converse com seu cardiologista, ele saberá auxiliá-lo.

Como é realizado o ecocardiograma?

Os únicos exames que exigem uma preparação do por parte do paciente são os ecocardiogramas transesofágicos e o sob estresse. No transesofágicos, é preciso jejum de 6 horas para evitar náuseas e vômitos, enquanto no sob estresse é recomendado não comer nada pesado para evitar enjoos. Além disso, o ideal é utilizar roupas que permitam a prática de exercícios.

Como é possível perceber, o exame de ecocardiograma é essencial para a detecção de cardiopatias e monitoramento do coração. Esse exame deve ser solicitado por um cardiologista. Dessa forma é possível checar a saúde do órgão e cuidar mais de si mesmo.

O ecocardiograma pode ser feito em hospitais, consultórios e clínicas. Para quem não tem plano de saúde e nem interesse de recorrer ao SUS, para facilitar a marcação desses exames, a plataforma de marcação e agendamento de consultas ipok conta com a parceria de clínicas e cardiologista em Manaus disponíveis para a realização do ecocardiograma. 

Através da plataforma você pode escolher o profissional e a melhor data e horário para realização do exame médico e, ainda parcelar em até 6x no cartão de crédito. Agora ficou mais fácil realizar o check-up completo do seu coração.

Por que uma emoção forte pode provocar um infarto?

Quando se trata de emoção, o coração, como fica? Conheça os sentimentos que podem afetar diretamente a saúde do órgão

Quando uma pessoa sente uma forte emoção como um susto, por exemplo, as glândulas adrenais (localizadas na parte superior dos rins) liberam adrenalina. Ela entra na corrente sangüínea e prepara o organismo para enfrentar a situação. No coração, provoca o aumento dos batimentos cardíacos e estreitamento dos vasos sanguíneos, isso pode ocasionar o infarto.

Em pessoas muito estressadas, com doenças cardíacas preexistentes ou pessoas com problemas relacionados ao coração, como obesos, diabéticos e hipertensos, existe a possibilidade de infarto estar relacionado a fortes emoções. 

O estresse, considerado uma forte emoção é causado através da liberação de adrenalina no corpo, isso faz com que os vasos se contraiam, enquanto a pressão arterial e a frequência cardíaca aumentam e isso pode levar a um infarto.

Ao pensar nos riscos de um infarto, das doenças do coração, na maioria das vezes as pessoas relacionam ao excesso de gordura, sedentarismo, fumo, hipertensão, diabetes, colesterol alto, enfim, as causa mais comuns e largamente divulgadas. Todos os indivíduos deveriam estar atentos a essas emoções que afetam a saúde física e emocional do coração. 

Veja alguns sentimentos que podem ser prejudiciais ao coração

O risco de infarto pode aumentar através de um sentimento sentido em algum momento da vida por todas as pessoas, a RAIVA. Esse sentimento ativa dentro do organismo, a adrenalina e outros hormônios ligados ao estresse. Isso pode ocasionar o aumento da frequência cardíaca, facilitando o risco de doenças cardiovasculares, como os infartos (ataque cardíaco) e derrames. 

A raiva também pode desencadear outros problemas relacionados à saúde do corpo humano, causando o aumento de ácido no estômago e mais tarde levar a uma gastrite ou refluxo. 

Pesquisas apontam que a raiva pode causar perda na capacidade de auto observação e monitoramento, perdendo o controle de avaliar suas ações diante do sentimento. 

Outro sentimento que pode afetar a saúde do coração é a CULPA, podendo ser atrelada a outro problema muito presente na vida das pessoas, a depressão. A depressão é uma doença psiquiátrica que afeta a saúde mental das pessoas por meio de uma tristeza profunda, baixa autoestima, pensamentos suicidas e perda de interesse em atividades rotineiras. 

Essa doença pode ocorrer em qualquer pessoa, em casos mais graves a depressão pode desencadear outros tipos de doenças, como a baixa imunidade, ocasionando infecções e problemas inflamatórios, além de problemas cardiovasculares. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil 11,5 milhões de pessoas já foram diagnosticadas com a doença. A depressão pode ser leve, moderada ou grave. Em pessoas predispostas geneticamente, é comum que o estresse, tristeza, angústia, insônia, medo, falta de apetite e pessimismo aumente o episódio depressivo. 

O sentimento de culpa pode estar associado ao aumento dos hormônios cortisol que causa a diminuição da imunidade afetando a vida do indivíduo tanto fisicamente como psicologicamente. 

A GANÂNCIA é outro sentimento que está relacionado ao aparecimento de doenças como a hipertensão arterial, diabetes, obesidade (excesso de peso), e doenças cardiovasculares, baixa imunidade, irritabilidade, dores no peito, tristeza e esgotamento mental.

O ganancioso tem problemas para gerenciar o tempo, não conseguindo dormir direito durante a noite, não praticar atividades físicas, não ter tempo para passear com a família ou amigos, não descansar, e não fazer as refeições nas horas certas. Todas essas mudanças no estilo de vida pode ocasionar sérios problemas para a saúde do coração. 

Para a saúde do coração é necessário aprender a viver com todos os tipos de emoções, principalmente em tempos caóticos e estressantes. Parece ser quase impossível ficar em paz e pleno bem-estar ao buscar o equilíbrio e encontrar a harmonia sem que o desgaste do dia-a-dia afete o coração. Mas o médico cardiologista recomenda que é preciso manter a cabeça no lugar, cuidar do corpo por meio de um estilo de vida saudável, com uma boa alimentação, praticando exercícios físicos e  dormindo adequadamente.

Como encontrar um cardiologista em Manaus

Se você ainda não encontrou um cardiologista para cuidar da saúde do seu coração, o ipok pode ajudar, a plataforma conta com profissionais cardiologistas em Manaus disponíveis para a sua necessidade. 

Baixando o aplicativo ipok você pode marcar sua consulta através do celular, no tempo e horário que você deseja e ainda parcelar em até 6x no cartão de crédito. A plataforma chegou para facilitar a sua vida aliada a tecnologia.  

Cardiologistas em Manaus orientam como cuidar do coração

Cardiologistas mostram a importância de estar em dia com a saúde do coração e fazer um check-up pelo menos uma vez ao ano

Para diminuir os riscos com os problemas cardiovasculares, a prática regular de exercícios auxilia no bem-estar físico, mental e emocional do ser humano. As pessoas que praticam atividade física têm menos chances de desenvolver doenças cardíacas. 

A Organização Mundial de Saúde (OMS), vem conscientizando os países quanto os benefícios da atividade física na vida das pessoas, dando ênfase a mudança no estilo de vida sedentário.

Para o cardiologista, Dr. Bernardo Medeiros, as pessoas devem estar atentas ao mal que o sedentarismo pode causar. “Outros fatores como obesidade, diabetes, pressão alta, também são importantes e determinantes para a ocorrência de doenças cardiovasculares”, cita o médico.

Além disso, a atividade física pode colaborar com o aumento do metabolismo energético, contribuindo com a queima de calorias e com isso menor peso corporal. Segundo pesquisas, todo indivíduo deve praticar algum tipo de exercício físico de duas a três vezes por semana por pelo menos 30 minutos.

Antes de iniciar qualquer prática de atividade física é importante consultar um médico com especialização em cardiologia para avaliação do seu quadro de saúde e indicação de exercícios adequados para sua rotina. “Daí a importância cada vez maior de estar em dia com a saúde e fazer um check-up com um cardiologista uma vez ao ano”, finaliza o cardiologista Bernardo Medeiros.

As doenças cardiovasculares podem ser evitadas consultando-se com um médico cardiologista regularmente. A realização de exames de rotina são essenciais para a prevenção dessas doenças como as análises de sangue, EKG/ECG (eletrocardiogramas), teste do esforço, ecocardiografia, tomografia computadorizada, entre outros. 

Segundo o cardiologista Dr. Tales Esper, as pessoas devem ter consciência sobre a saúde do coração e, não procurar um médico somente quando for diagnosticado com alguma doença. “É importante que as pessoas não procurem o médico só quando estão doentes e sim para cuidar da saúde e prevenir doenças. O infarto, por exemplo, é uma das principais causas de morte no Brasil e até 17% dos pacientes não apresentam sintomas. Com o check up preventivo, podemos avaliar os possíveis riscos de o paciente ter um problema cardiovascular”, afirma o cardiologista.

Não esqueça! A prevenção e as mudanças nos hábitos alimentares são importantes para se ter uma vida saudável e completo bem-estar.

Confira os principais benefícios que a atividade física proporciona

  • Diminui os riscos de desenvolver doenças cardíacas e morte prematura;
  • Retarda o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT);
  • Reduz o risco de infarto;
  • Diminui o risco de desenvolver pressão alta;
  • Diminui o risco de desenvolver diabetes; hipertensão; aumento do colesterol; trombose; angina; morte súbita; osteoporose, entre outros.
  • Reduz o risco de câncer de colo uterino e intestino;
  • Melhora a aptidão cardiorrespiratória;
  • Reduz o estresse e ansiedade;
  • Ajuda a manter o peso ideal;
  • Fortalece os músculos, articulações e ossos;
  • Proporciona uma vida mais ativa;
  • Proporciona maior expectativa de vida;
  • Resistência contra doenças;

Lembre-se! Alguns minutos de atividade física é mais satisfatório do que anos de tratamento médico. O exercício físico é um poderoso remédio para os males do corpo e cabeça.

Veja algumas dicas fundamentais para iniciar sua vida saudável

  • Encontre um local adequado e que você se sinta bem, como parques, academias e praças;
  • Faça corridas e caminhadas ao ar livre;
  • Procure uma atividade na qual você se sinta feliz ao fazê-la;
  • Pratique a educação física com um amigo(a); namorado(a); isso pode ser um estímulo a mais;
  • Faça uma dieta rica em frutas e legumes;
  • Saia para passear com seu animal de estimação; 
  • Dance;
  • Durma pelo menos oito horas por dia;
  • E o mais importante, movimente-se!

Se você ainda não encontrou um cardiologista para cuidar de sua saúde, o ipok pode ajudar, a plataforma conta com profissionais cardiologistas em Manaus disponíveis para a sua necessidade. Baixando o aplicativo ipok você pode marcar sua consulta através do celular, no tempo e horário que você deseja e ainda parcelar em até 6x no cartão de crédito. A plataforma chegou para facilitar a sua vida aliada a tecnologia.  

Três doenças cardiológicas que atingem as crianças

Por incrível que possa parecer, as doenças cardiovasculares não se manifestam, somente em adultos e idosos. As crianças, em menor proporção, também são acometidas com a enfermidade. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a incidência de cardiopatias congênitas varia entre 0,8% nos países mais desenvolvidos e 1,2% nos países mais pobres.  

De acordo com dados da OMS, todos os anos, cerca de 130 milhões de crianças nascem no mundo com algum tipo de cardiopatia congênita. Só no Brasil, são mais de 21.000 bebês que precisam de algum tipo de intervenção cirúrgica para sobreviver. Desses, ao redor de 6% morrem antes de completar um ano. 

Segundo a médica Luciane Rocha, com doutorado pela Universidade Federal de São Paulo e especialista em cardiologia pediátrica e fetal pelo Instituto do Coração – InCor/USP, a maioria dessas doenças pode ser detectada no período de gestação por meio de exames como o ecocardiograma fetal. Em alguns casos, nos primeiros dias ou meses de vida a criança tem de ser submetida a correção cirúrgica.

“A partir dos sintomas, são realizados exames como radiografia de tórax e ecocardiograma para avaliar a necessidade de tratamento cirúrgico. Há situações em que a abertura é pequena e a cirurgia não é necessária”, afirma Luciane Rocha. 

A cardiopatia congênita mais comum nas crianças é a Comunicação Interventricular (CIV), uma espécie de defeito na parte inferior do coração. De acordo com a especialista, dentro do coração, existe uma estrutura chamada septo interventricular, que divide a porção inferior do coração em duas partes: ventrículo direito e esquerdo.

 “A CIV é um defeito existente nesse septo (um “buraquinho” ou um “furo” no septo). Pode aparecer em qualquer local do septo interventricular. Também pode ser única ou múltiplas, isoladas ou associadas com outros defeitos no coração. Quando uma CIV surge na região mais muscularizada do septo, existe grande chance desse defeito se fechar sozinho, sem necessidade de medicamentos ou de cirurgia. Caso esteja localizada próxima dos vasos de saída, as chances de fechamento espontâneo são mínimos. A evolução e o tratamento das CIVs vão depender da localização, do tamanho e se estão associadas com outras lesões cardíacas”.

A médica alerta ainda que a criança com CIV pode apresentar cansaço durante as mamadas, sopro cardíaco, dificuldade no ganho de peso ou pneumonias de repetição. 

outras cardiopatias congênitas mais frequentes:

Coarctação de Aorta

Caracteriza-se por um estreitamento da aorta que dificulta o transporte do sangue para o organismo. O fluxo de sangue diminuído pode acarretar insuficiência cardíaca nos primeiros meses de vida. O médico diagnostica a coarctação de aorta avaliando alterações do pulso e diferença de pressão arterial nos membros inferiores e superiores. Geralmente, são requisitados os exames de angiotomografia, angioressonância e ecocardiograma.

Sintomas

• Dor de cabeça

• Dor torácica

• Fadiga

• Dores e fraqueza nas pernas (claudicação)

Tetralogia de Fallot

São quatro defeitos no coração que, em conjunto, impedem a oxigenação do sangue distribuído para o corpo: comunicação interventricular, desvio da aorta, obstrução do ventrículo direito e hipertrofia ventricular. A criança pode ter desmaios e apresentar os lábios e pontas dos dedos roxos ou azulados. Exames físicos, de eletrocardiograma, cateterismo cardíaco e radiografia torácica identificam se é necessário intervenção cirúrgica. Caso seja, coloca-se um tubo entre a artéria aorta e a artéria pulmonar para melhorar a oxigenação e transportar o sangue ao pulmão.

Sintomas

• Pele azulada no bebê (cianose)

• Dificuldade para respirar

• Cansaço

Onde buscar tratamento em Manaus:

A população conta agora com o ipok, um aplicativo inovador de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica, incluindo telemedicina em Manaus de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com pediatras, cardiologista em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou no serviço público de saúde.

FONTE: Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde, Instituto Nacional de Cardiologia e Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Doenças cardíacas: cresce a incidência nas mulheres

Falta de atividade física e dieta inadequada levam à obesidade, que é um dos fatores de risco mais preocupantes; quando a mulher fuma, o risco de doença cardiovascular aumenta 25% comparado a homens fumantes

Com o envelhecimento da população e a mudança do estilo de vida, as doenças cardiovasculares passaram a liderar as causas de mortalidade feminina, na frente do câncer de mama, útero e ovário. De cada dez vítimas fatais no Brasil quatro são mulheres, sendo que há 50 anos esse número não chegava a 10%. Um dos principais motivos é a resistência em cuidar do coração regularmente. Já há, tradicionalmente, uma rotina de realização de exames ginecológicos e de mama anualmente, mas quando o assunto é check-up cardiológico a frequência é bem menor. 

De acordo com cardiologistas uma explicação para esse crescimento acentuado da doença cardiovascular entre o público feminino pode estar nas diferenças como as doenças se desenvolvem em ambos os sexos. As mulheres apresentam sintomas atípicos da síndrome coronária aguda, o que torna o diagnóstico mais difícil. No homem, o infarto costuma ser precedido por uma forte dor no peito que irradia para os braços. Entretanto, nas mulheres também é comum sentir náusea, fraqueza, dores gástricas e falta de ar – sintomas que podem ser confundidos com outras doenças.

As mulheres apresentam também maior variedade de causas, ou seja, enquanto homens têm a doença aterosclerótica obstrutiva como origem praticamente exclusiva dos problemas cardíacos, mulheres manifestam uma incidência maior de alterações vasculares, disfunções arteriais e síndrome como a do coração partido (lesão após uma situação de estresse).

Fatores de risco

As doenças cardíacas estão associadas ao envelhecimento e ao estilo de vida. Os fatores de risco são o histórico familiar, a hipertensão arterial, o diabetes mellitus, o aumento dos níveis de colesterol, especialmente o LDL, tabagismo, sedentarismo e obesidade. Mas, na mulher, alguns deles têm efeito mais acentuado.

A rotina de trabalho e de cuidados com a família expõe ao estresse e favorece hábitos pouco saudáveis. A falta de atividade física e a dieta inadequada levam à obesidade, que é um dos fatores de risco mais preocupantes, já que o número de mulheres obesas no Brasil cresceu 64% em 10 anos. Quando a mulher fuma, o risco de doença cardiovascular aumenta 25% comparado a homens fumantes.

Além disso, elas também estão sujeitas a causas específicas. A hipertensão no ciclo da gravidez, o diabetes gestacional e o parto prematuro estão relacionados ao aumento do risco cardiovascular a longo prazo. Em pacientes tratadas por câncer de mama e radioterapia, há elevação da frequência de doença coronária. Com a menopausa, a proteção do hormônio estrogênio que estimula a dilatação dos vasos, facilitando o fluxo sanguíneo, começa a diminuir, o que contribui para o aumento do risco de doenças cardiovasculares.

Fatores de Risco

  • Histórico familiar
  • Alimentação inadequada
  • Diabetes
  • Hipertensão arterial
  • Níveis de colesterol elevados
  • Obesidade
  • Sedentarismo
  • Tabagismo
  • Menopausa

Prevenção

Entre as muitas manifestações da doença cardiovascular, cardíaca, cerebral e periférica, a incidência varia conforme a faixa etária. Nas mulheres pré-menopausa, predominam os quadros anginosos e o acidente vascular cerebral isquêmico como primeira manifestação da doença. Na meia idade, a incidência de infarto agudo aumenta e se aproxima bastante do observado em homens.

A orientação para evitar problemas com o coração é a adoção de um estilo de vida mais saudável. Abandonar o fumo, manter o peso e um programa regular de exercícios são imprescindíveis, além de adequar a dieta e controlar os níveis de colesterol. Os especialistas recomendam ainda o acompanhamento médico regular de uma pessoa de baixo risco após os 40 anos, com monitoramento frequente dos níveis de colesterol e de glicemia.

Onde buscar tratamento em Manaus

A população conta agora com o ipok, uma plataforma inovadora de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica, inclusive telemedicina em Manaus de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com cardiologistas e ginecologistas em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou em alguma unidade de saúde pública mais próxima da sua região.

FONTE: Ministério da Saúde, Associação Beneficente Síria (HCor)